Seg-sex 7h - 22h | Sáb 7h - 18h (87) 2101-3099 | 99108-8860 Rua Tobias Barreto, 7 - Centro, Petrolina - PE

Radiologia

Contraste e Fibrose nefrogênica sistêmica...

Publicada em 09/11/2018 às 10:11

O gadolínio (contraste da ressonância) é um dos contraste mais seguros da atualidade. Porém necessita de alguns cuidados especialmente em pacientes com insuficiência renal (IR).

Hoje, nas bulas de gadolínio existe a restrição ao uso em pacientes com IR severa aguda ou crônica (clearance estimado de creatinina menor do que 30 mL/min/1,73 m2).

Mas o que é clearance de creatinina?

É o resultado de formulas matemáticas que permitem uma estimativa taxa de filtração glomerular (TFG), ou seja, da função renal ("do funcionamento do seu rim"), por isso apresentando um resultando mais acurado do que o valor isolado da creatinina informado pelo laboratório na sua analise sanguínea.

Segundo as recomendações da "European Society of Urogenital Radiology (ESUR) Contrast Media Safety Committee", os contraste à base de gadolínio do tipo gadodiamida, gadopentetato dimeglumina e gadoversetamida são contraindicados para os pacientes com TFG < 30 mL/min, incluindo diálise. A ESUR sugere que os níveis de creatinina sejam medidos em todos os pacientes antes da injeção destes três tipos de gadolínio.

Os contrastes contendo gadolínio de baixo risco para o desenvolvimento de Fibrose nefrogênica sistêmica são o gadobutrol, o gadoterado meglumina e o gadoteridol. Estes agentes devem ser utilizados com PRECAUÇÃO em Pacientes com TFG < 30 mL/min) e com pelo menos 7 dias entre duas injecções. É importante salientar que o meios de contraste com gadolínio devem ser utilizados neste pacientes apenas se a indicação é vital e apenas utilizando agentes de risco intermédio ou baixo.

Ok, e o que a Fibrose nefrogênica sistêmica?

O termo "nefrogênica" refere-se ao fato de estar relacionado especialmente a pacientes com doença renal. Já "sistêmica" enfatiza a natureza sistêmica da desordem fibrosante, sendo os mais proeminentes efeitos visíveis observados na pele, porém podendo também ser observado no "coração", pleura pulmonar, músculos, nervos.

A doença pode ser progressiva e fatal. E não há ainda cura definitiva.

Que outros grupos merecem também atenção?

Cautela é também sugerida no uso de gadolínio em crianças menores do que um ano de idade e gestantes. No caso de mulheres a amamentar deve ser discutida com o médico a hipótese de desperdiçar o leite durante 24 horas. Esse tema será melhor discutido em outro tópico.

Todavia é sempre necessário o bom senso quando se avalia risco versus benefício do uso de contraste neste contexto. E indispensável a participação do paciente nesta decisão.

Fonte: Instituto AMMO

Nos envie uma mensagem

Em breve retornaremos o contato

Agende sua consulta!